Ansiedade : O grande vilão da balança

A ansiedade pode atrapalhar muito qualquer regime ou dieta


As pessoas normalmente querem emagrecer para “ontem”. É difícil ter a paciência e esperar pelos resultados que normalmente só acontecem a longo prazo.


Estamos vivendo numa época em que tudo tem que acontecer rápido. Equipamentos e comidas são inventados para que as pessoas façam menos esforço e consigam um resultado mais rápido. Enfim, estamos acostumados a ter prazer imediato e jamais deixar a satisfação para depois.


O que não paramos para pensar é que ter mais saúde, ter um corpo melhor, conseguir colocar roupas que não serviam mais, demoram e precisam de bastante empenho.



Copinho de sorvete visto de cima
A ansiedade pode atrapalhar muito qualquer regime ou dieta


Comer é uma das coisas mais acessíveis e que trazem com maior rapidez a sensação de satisfação imediata


A grande questão é que quanto mais a vida estiver sem graça e sem outras fontes de prazer, maior será a necessidade de obter prazer através da comida ou de qualquer outra coisa, que proporcione uma sensação rápida de alegria e conforto.


A ansiedade em dar conta dos próprios sentimentos e carências surge como o grande vilão da balança.


É importante descobrir que sentimentos são esses que não estamos conseguindo compreender e lidar. A grande pergunta que podemos fazer antes decomer o próximo pedaço é: o que realmente precisamos naquele momento?


É preciso muita honestidade consigo mesmo e não se enganar. Muitas vezes estamos precisando de alguém que nos ouça, nos abrace ou nos dê uma palavra amiga.


Na maior parte das vezes, o que está por trás dessa ansiedade na hora de comer é uma grande carência afetiva, que só pode ser suprida de verdade através de outro ser humano. Mas o relacionamento com pessoas é mais difícil do que o relacionamento com a comida. Precisamos de humildade, coragem e paciência para investir nos relacionamentos.


Hoje temos a sensação de estarmos cercados de pessoas e cheios de amigos através dos sites de relacionamento. Mas, o que o ser humano precisa de verdade e sempre precisará é do encontro verdadeiro com outro ser humano. O olho no olho, o abraço, o ombro amigo, o se sentir compreendido e ouvido. Enfim, isso é fundamental para todos nós.


Qualquer regime ou dieta que não leve em conta os aspectos emocionais está fadado ao fracasso.